sábado, maio 20, 2006

 

À terra do sol nascente 3 de 3 mesmo.

...terminando a historinha Japonesa...

Cheguei no aeroporto, peguei o metrô e fui para o cubiculo de papel que chamaram de apartamento. Logo percebi que tinha mandado bem em trazer meu saco de dormir, pois não caberia na cama de ocidental que o apto tinha; nem se voltasse aos meus 13 anos.

...

O tempo passou e jah tinha me acustumado com a ideia do trabalho "não-honroso", que no final das contas não era horrível. Me sintia no filme de Chaplin daqueles que assistia com Velho Nico; em especial aquele que fala sobre linha de montagem.
Pensamentos como esses ajudavam a distanciar mente e corpo. Habilidade que se mostrou muito útil num turno de 12hrs de trabalho irracional.

Nos finais de semana tentava construir uma vida social, o que não foi muito dificil. Afinal com tanta beleza e senusualidade num corpo soh isso chega a ser impossível.
Conheci várias pessoas que estavam lá pelo mesmo motivo que eu. $$. Pessoas de todas as partes do mundo, de sueco à sul-africano.


Um belo dia, por causa de um mal entendido que logo virou briga, a minha profissão na terra do sol nascente mudou. Passei de irracional para leão, de chacra.
Nada como dar umas "armadas de martelo", "queixadas", "meia lua de compasso" e terminar a surra com uma "folha seca," soh pra receber uma rodada de aplausos da platéia que jurava que o japinha com pinta de porradeiro ia matar o gigante estrangeiro, que no caso era eu. H@!

Trabalhei feliz no que então pensava ser o melhor emprego que um moleque poderia querer. Afinal, muita mulher, bebida, $$, respeito e violência; o que mais um moleque precisa pra ser feliz?

Foi trabalhando de leão que reencontrei "Tiff." Que não pode deixar de sorrir ao me ver "todo-poderoso". Fiquei muito feliz em revê-la tb, Ainda mais por que ela estava com várias amigas gatas e gostosas.

Resumindo...

Acabei pegando uma das amiguinhas de "Tiff".
Eis que com isso surgiu mais uma oportunidade de trabalho.

...

No dia seguinte, no café da manhã, fiquei sabendo que "Tiff" era atriz, pornô, e todas as suas amiguinhas, inclusive a que falava comigo, tb.
Depois do café, a amiga de Lain disse que deveria ganhar dinheiro com o meu dom.

Re-resumindo...

Virei ator pornô no Japão. Nunca pensei que ganhar $$ fosse tão prazeroso.
Quem diria...

Depois de vàrios filmes, voltei ao Rio. Feliz, cansado e com muita historia pra contar.

Comments:
demorou hein
 
Então...quero saber quando a gente vai beber todo esse dinheiro pornografico?!

E ainda te agencio!!!

Fala serio, gringo!!!
 
Folha Seca para mim é um lance futebolístico eternizado pelo Didi (não o Renato...).

Hmm... respeito, mulheres, bebidas, dinheiro e violência...
Isso me lembra, de certo modo, o filme "Laranja Mecânica"...
 
Postar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?




super annuation
super annuation Counter